Formações Regionalistas

Pandeirista

O pandeiro é um instrumento de percussão que consiste numa pele esticada numa armação (aro) estreita. São geralmente circulares e é muito utilizado em gêneros regionalistas como choro, samba e baião.

Mas, não se ativeram ao regionalismo e estenderam sua influência para toda a música urbana brasileira, sendo muito usado nos diversos gêneros da MPB.

Mas, apesar de estar muito ligado às tradições musicais brasileiras, está longe de ser uma invenção nossa: desde o período neolítico que o pandeiro é bastante conhecido e popular na Ásia, África e Europa.

Pandeirista 1
Pandeirista 1

É possível pensar muita coisa quando falamos em ‘Cantores para casamento’. Existem 2 questões básicas que você deve pensar para começar a se aproximar do que mais te interessa nas várias possibilidades de vozes no contexto dos casamentos: a primeira delas é entender se o seu evento demanda uma ou várias vozes; a segunda, é se estas vozes vão cantar música clássica ou música popular (pop, rock, bossa nova, etc). 

Em relação à quantidade de cantores, podemos ter apenas uma voz (voz solista), 2 vozes (dueto) ou um coro completo (4  vozes – com ou sem ‘dobras’).

Para que tenhamos um coro, temos que ter pelo menos 4 vozes – 1 exemplar de cada categoria vocal: soprano (voz aguda feminina), contralto (voz grave feminina), tenor (voz aguda masculina) e barítono (voz grave masculina). Apesar de termos apenas 4 categorias vocais, é possível termos muitos cantores em cada categoria de modo a formar um coro de muitas vozes (são as tais ‘dobras’). 

Chegou no Brasil na época do surgimento do choro, no final do século XIX, e veio dar o toque final ao ritmo marcante e brejeiro, inicialmente executado ao piano e instrumentos de corda e de sopro.

Existe uma variação mais pop do pandeiro que chamamos pandeirola (aquele vazado, sem pele em formato de meia-lua). A pandeirola é muito comum no pop-rock do mundo inteiro e é tocado geralmente batendo na perna ou na mão esquerda.

Como funciona o Pandeirista?

Na realidade dos casamentos, não é muito comum encontrarmos junto da orquestra da cerimônia, mas às vezes acontece quando o repertório exige. O mais comum é termos o pandeiro nas formações de choro na recepção, ou numa banda de MPB que tenha um set de percussão.

Qual o papel do nosso Pandeirista?

O elenco de músicos da Ornamentus é um dos nossos maiores patrimônios. Foi sendo formando ao longo de seus 14 anos de existência e hoje conta com percussionistas sinfônicos das grandes orquestras do Rio assim como grandes músicos na área popular.

Outro ponto importante: conhecimento de outros instrumentos e das diversas combinações possíveis para potencializar a presença do pandeiro, pensando sua presença nos vários tipos de grupos que atua. A Ornamentus é gerida por músicos arranjadores com formação universitária que são realmente capazes de transformam sua demanda em realidade musical.

Seja na interpretação de um clássico, seja escrevendo arranjo para uma música diferente (Coldplay, Ed Sheeran, Metallica, etc), a Ornamentus é plenamente capaz de realizar suas ideias na prática!

Não somos apenas um grupo de músicos, mas uma produtora preparada para fazer a produção musical do seu evento, que inclui assessoria na escolha dos instrumentos, confecção dos arranjos, arregimentação dos músicos e muitos outros itens relacionados com a execução no dia (sonorização, regência, produção executiva, etc).

Ligue agora para o número destacado em nosso site, e tire todas as suas dúvidas. Nossa equipe está de prontidão para atendê-lo!

Depoimentos de Clientes

Confira outros Músicos

Entre em

contato

Caso você tenha alguma dúvida ou deseje agendar uma reunião conosco, estamos a disposição para recebê-lo em nosso escritório, basta preencher o formulário que te retornaremos:

WhatsApp Chat
Enviar pelo Whatsapp